Abril 07, 2022 #Fundação Imagem du Chile

Encontro Imagen de Chile 2022: como criar uma marca-país com propósito

Ajustes de accesibilidad

Com renomados expositores nacionais e internacionais, a mais recente versão do Encontro Imagen de Chile 2022 “Juntos, Criando o Futuro” foi realizada em formato híbrido direto da Casa Piedra e via streaming pela EmolTV. Esta foi uma conferência na qual, a partir de diversas áreas e junto com países como Reino Unido, Estados Unidos e Costa Rica, foram compartilhadas experiências e ferramentas fundamentais para a construção da marca-país. Além disso, foram anunciados os vencedores do Prêmio Imagen de Chile 2022

Marcando o retorno dos eventos internacionais de marcas-país de Santiago do Chile, a Fundación Imagen de Chile realizou, em formato híbrido, o Encontro Imagen de Chile 2022 “Juntos, Criando Futuro”, dirigido aos principais atores públicos e privados que contribuem para a construção da marca-país e seu posicionamento no exterior em linha com a mensagem central da nova estratégia de marca-país que busca destacar o talento de homens e mulheres chilenos como agentes de mudança, com foco no que o Chile pode contribuir para o mundo.

“O mundo já conhece o Chile por suas maravilhosas paisagens e geografia, mas queríamos ir além e mostrar que o Chile está criando um futuro baseado no talento de seus habitantes. Por isso, atualizamos nossa estratégia de posicionamento, com a frase “Chile Criando Futuro”. Quisemos responder ao que somos hoje, e nos apresentar ao mundo a partir do que temos para contribuir. Identificamos nosso propósito e focamos nossa mensagem no que temos de mais valioso: nosso pessoal, seu talento e criatividade”, disse Constanza Cea, diretora executiva do Imagen de Chile.

O evento tratou de vários temas, desde o papel que o Imagen de Chile tem desempenhado no contexto atual e sua missão de tornar a marca Chile conhecida no mundo, passando por cases de sucesso de outras marcas-país em nível global, até organizações fundamentais que estão por trás do posicionamento e fortalecimento da marca Chile. Além disso, no encontro vivenciamos aulas magistrais de palestrantes de classe mundial como a referência em marketing internacional Andrew Davis; a vice-diretora da campanha GREAT Britain & Northern Ireland, Kate Taylor Tett; o CEO da Explora, Gonzalo Undurraga; Rodrigo Yáñez, Subsecretário de Relações Econômicas Internacionais; e Josefa Monge, Presidente Executiva do Sistema B Chile.

“Há uma definição que eu gosto, e é o “senso de lugar”. É importante avaliar esse conceito que engloba os sentimentos, percepções, atitudes e comportamentos de uma pessoa em relação a um lugar. O senso de lugar não é apenas lógico. Integra o irracional, tem que nos fazer sentir algo e isso é o que há de especial num lugar, não só o conhecemos ou compreendemos, e é isso que devemos fazer. Falar sobre um lugar deve nos dar arrepios”, disse Andrew Davis, especialista em marketing internacional, durante sua apresentação.

A vice-diretora da campanha GREAT Britain & Northern Ireland, Kate Taylor Tett, falou sobre como eles construíram a marca nesse país. “Acredito em uma sabedoria aceita na comunidade de branding, que é que sua marca não pertence a você, nem ao gerente ou mesmo ao departamento de marketing, mas sim a toda uma organização e aos que interagem com ela. Cada vez que alguém interage, forma-se uma percepção da marca, e o mesmo pode ser dito das marcas-país”.

Por sua vez, o Subsecretário de Relações Internacionais, Rodrigo Yañez, referiu-se ao sucesso do Chile no processo de vacinação baseado nos acordos comerciais que nosso país tem e que o conectam com o mundo inteiro. “Em relação ao Creando Futuro, nos adaptamos para poder aproveitar o potencial da influência digital para fazer um comércio mais inclusivo que considere mais mulheres, PMEs, povos nativos com um componente muito forte na economia digital”, disse Yáñez.

Na mesma linha, a Presidente Executiva do Sistema B, Josefa Monge, sustentou que o objetivo é claro: “Buscamos que os líderes empresariais sejam pessoas que encaram o mundo com curiosidade, empatia e coragem. Somos um país incomumente concentrado em empresas B, somos a nação com o maior número de empresas B por habitante”, assegurou. Enquanto, Gonzalo Undurraga, CEO da Explora, referiu-se à importância do impacto positivo das empresas. “Quando se trabalha com o território, não se pode focar simplesmente em explorar, mas temos de contribuir para a sua conservação. Para construirmos um futuro juntos, temos a obrigação de causar um impacto positivo no meio ambiente”, disse Undurraga.

Entre o público presente estavam 10 representantes de algumas das principais agências de marcas-país da Ibero-América, que estão no Chile para participar do Pré-fórum Ibero-Americano de Marcas-País que se realiza nestes dias e que nosso país recebe pela primeira vez, este ano.

Imagem de país a partir do talento, inovação e empreendedorismo

Um dos momentos que mais chamou a atenção do público durante o dia foi o painel de discussão “Construindo uma imagem de país a partir do talento, inovação e empreendedorismo”, em que o Ministro da Ciência, Tecnologia, Conhecimento e Inovação, Andrés Couve; a futura Ministra do Meio Ambiente, Maisa Rojas; a Gerente do Start-up Chile, María de los Ángeles Romo; e o Diretor da Marca-País Esencial Costa Rica, discutiram, junto com Constanza Cea, importantes histórias de sucesso de pessoas e empresas no Chile que estão posicionando o talento nacional globalmente.

“Uma das principais mensagens do relatório do painel de 2018 sobre como limitar o aquecimento global foi que cada decisão conta. Aí não se refere apenas às decisões que podem ser tomadas pelo Executivo, refere-se à sociedade como um todo.  Hoje os desafios são tão complexos e de tão longo prazo que exigem um nível de convicção e consenso social de que todos precisamos uns dos outros”, disse Maisa Rojas, futura ministra do Meio Ambiente.

Sobre os esforços de liderança na COP 25 e COP 26 que contribuíram para a imagem do país, o ministro da Ciência, Tecnologia, Conhecimento e Inovação, Andrés Couve, assegurou que “contribuímos com o exemplo. O exemplo de um país pequeno, que representa um percentual menor de emissões, mas que está fazendo as coisas relativamente bem, com um projeto ambicioso e viável, integrando a comunidade científica e decisões baseadas em evidências. O mesmo aconteceu com a pandemia, onde a comunidade científica respondeu de forma extraordinária e agregou valor à forma como o Chile enfrentou os momentos mais difíceis, por exemplo, com vacinação ou disponibilidade de dados. Isso faz com que nos destaquemos internacionalmente.”

“Esses momentos de encontro são importantes para compartilhar as diferentes experiências de cada marca-país para que juntos possamos aprofundar o que deu certo e o que não deu. Por fim, trata-se de gerar aprendizado individual e coletivo”, enfatizou Daniel Valverde, diretor da marca-país Esencial Costa Rica.

Do empreendimento, a gerente do Start-Up Chile, María de los Ángeles Romo, referiu-se ao ecossistema que permitiu que muitas empresas em seus estágios iniciais se instalassem em nosso país. “Segundo nossos estudos, 70% dos empresários que decidiram vir para o Chile ficaram neste país, não só porque o Start-Up Chile era um bom programa de incubação, mas também porque existe um bom sistema que os acolhe”, afirmou.

Prêmios Imagen de Chile 2022

Para encerrar, foram anunciados os vencedores do Prêmio Imagen de Chile 2022, reconhecimentos que buscam distinguir a organização, a pessoa e a marca que melhor encarna a mensagem central da nova estratégia de marca-país “Chile Criando Futuro” o que busca mostrar ao nosso país as contribuições que o Chile faz para criar um futuro melhor para o mundo.

O Prêmio Empresa Imagen de Chile foi entregue à Wheel the World, uma das start-ups chilenas mais premiadas em nível internacional, que tem como objetivo dar a possibilidade de pessoas com deficiência, seus amigos e parentes, encontrarem acomodação e experiências acessíveis em todo o mundo. Hoje, eles se tornaram não apenas uma solução de viagem para pessoas com deficiência, mas também capacitaram e inspiraram viajantes com deficiência a explorar o mundo sem limites.

Enquanto isso, o Prêmio Espírito Imagen de Chile foi para o professor e pesquisador da Pontifícia Universidade Católica do Chile, Alexis Kalergis, que foi reconhecido com o prêmio Espírito Imagen de Chile, por seu trabalho como diretor do Instituto Millennium em Imunologia e Imunoterapia, e por seu papel como consultor de comissões governamentais e legislativas. Atualmente, o acadêmico é membro do Conselho Científico Consultivo do ICGEB (Organização da ONU) e tem sido peça-chave no desenvolvimento do estudo científico-clínico da vacina Sinovac, que deu origem ao fornecimento prioritário das doses para a campanha de vacinação massiva contra a COVID-19 no Chile.

Por fim, foi entregue o Prêmio Marca Chile, prêmio que busca destacar uma das mais de 1.000 empresas do nosso programa Uso de Marca, que foi concedido à empresa Tribú, empresa de lanches saudáveis, que valoriza os produtos locais com selo orgânico.

Os critérios de seleção foram o vínculo com a origem e o compromisso com a promoção da imagem do país, a trajetória da empresa no mercado e o vínculo com o conceito de criação de futuro.

Newsletter

Imagen de Chile