29 de setembro de 2022 #ChileGlobal #ChileSustentável

Imagem do Chile levou a imprensa internacional a conhecer pesquisas científicas na cidade mais meridional do mundo

Configurações de acessibilidade

O Cabo Horn é um laboratório natural para a ciência e um território essencial para a realização de pesquisas de impacto global.

Um grupo de meios de comunicação internacionais visitou a Reserva da Biosfera do Cabo Horn em uma viagem organizada pela Fundación Imagen de Chile com o objetivo de divulgar as pesquisas científicas realizadas no extremo sul do planeta. 

A CNN en Español e as agências France-Presse e Thomson Reuters foram à cidade de Puerto Williams, a cidade mais ao sul do mundo, para conhecer as instalações do Centro Subantártico do Cabo Horn, que será inaugurado em breve, e explorar a natureza intocada que transformou a região em um local importante para estudar os efeitos das mudanças climáticas. 

Os jornalistas também visitaram o Parque Etnobotânico Omora e o Cerro Bandera acompanhados por uma delegação de cientistas do Centro Internacional do Cabo Horn, liderada pelo filósofo e ecologista Ricardo Rozzi, que explicou as particularidades geográficas que fazem dessa região um laboratório natural para a ciência e um território fundamental para a realização de pesquisas de impacto global. 

O Cabo Horn abriga as florestas mais ao sul do mundo e é uma das regiões mais intocadas do planeta, pois ainda mantém mais de 70% de sua vegetação original. 

Outras notícias relacionadas
03 de maio de 2024 #SustainableChile
May 03, 2024 #SustainableChile #Columns
02 de maio de 2024 #SustainableChile

Boletim informativo

Imagem do Chile