Febrero 04, 2022 #Fundação Imagem du Chile

Os grandes acontecimentos que marcaram o ano de 2021 no Chile

Ajustes de accesibilidad

Em meio a uma pandemia que continua presente no mundo, o Chile e os chilenos obtiveram reconhecimento internacional por inovar e estar na vanguarda em sustentabilidade, ciência, cultura, buscando sempre soluções para melhorar a qualidade de vida das pessoas em várias partes do globo. Esta é uma revisão dos principais acontecimentos que mostraram como o Chile contribuiu para continuar criando o futuro em 2021. Vamos lá!

Ritmo acelerado de vacinação: após um ano do início do processo de vacinação, e graças à colaboração de todos os chilenos, 16,5 milhões de pessoas contam com um esquema primário completo. O Chile tem-se destacado como o país que teve o melhor desempenho no controle do vírus, em adição a ter alcançado em alguns períodos o recorde do país que vacinou mais rápido, aquele com mais doses de reforço aplicadas, e ser considerado pela Bloomberg como o melhor país para enfrentar variantes como a Ômicron. Por outro lado, este ano a Sinovac anunciou a instalação  de uma fábrica no Chile para produzir vacinas para toda a América Latina.

Processos eleitorais: além das eleições presidenciais, o ano de 2021 foi marcado por vários outros processos eleitorais, que incluíram eleições parlamentares, municipais e de constituintes convencionais, e a primeira eleição de governadores regionais da história. A convenção constitucional, que irá propor uma nova Constituição para o Chile, foi instalada em julho, e a sua presidente, Elisa Loncon, foi eleita entre as 100 pessoas mais influentes do ano pela revista Time, e como uma das 25 mulheres mais influentes do ano, de acordo com o Financial Times.

O ano das energias renováveis: o Chile se posicionou, pelo quarto ano consecutivo, entre os primeiros lugares do mundo em atratividade para investimentos em energias limpas, de acordo com o informativo Climatescope 2021 da Bloomberg. Além disso, nosso país foi o anfitrião da cúpula global CEM12/MI6, o mais importante encontro sobre energias limpas e inovação de 2021. Foram vários anúncios ou projetos inaugurados durante o ano. Em junho foi inaugurada a Cerro Dominador, a primeira usina solar da América Latina, e em setembro foi anunciada a construção da Horizonte, que será o maior parque eólico da América Latina. Em 2021 também foi iniciada  a construção da maior usina de hidrogênio verde da América Latina, a Haru Oni, e em dezembro foram anunciadas as 6 empresas ou consórcios vencedores da rodada de financiamento da Estratégia Nacional de hidrogênio verde, com projetos que irão atrair investimentos de 1 bilhão de dólares.

Pioneiro na luta contra as mudanças climáticas: o Chile entregou a presidência da COP ao Reino Unido, em um encontro realizado em Glasgow. No contexto da COP26, foi entregue à ONU a Estratégia Climática de Longo Prazo (ECLP) do país, que estabelece as metas setoriais concretas que permitirão que o Chile seja neutro em carbono e resiliente ao clima antes de 2050, tal como é solicitado pela Ciência para enfrentar os impactos das mudanças climáticas.

Chinchorro, novo Patrimônio da Humanidade: o ano de 2021 também foi um ano chave para a cultura e para o patrimônio chileno, depois que a Unesco declarou como patrimônio da humanidade os assentamentos e a mumificação artificial de Chinchorro (na região de Arica e Parinacota), tornando-se o sétimo sítio chileno na lista de patrimônio da humanidade. O sítio apresenta a evidência arqueológica mais antiga conhecida da mumificação artificial de corpos.

Duas startups chilenas atingem a categoria de unicórnio: Cornershop primeiro, e NotCo depois, se tornaram os primeiros unicórnios chilenos, o que significa dizer, startups que atingiram uma valorização de 1 bilhão de dólares. Isto acontece em um ambiente que tem sido aplaudido mundialmente: o Chile é o segundo país em empreendedorismo inicial do mundo, de acordo com  o ranking IMD 2021, além de ser escolhido como o país mais seguro para investimentos da América Latina, de acordo com o The Economist Intelligence Unit, o primeiro da América Latina em potencial para atrair investimentos estrangeiros, segundo o Milken Institute, e líder em inovação da região.

Melhor destino de turismo aventura do mundo: pelo sexto ano consecutivo, o Chile foi eleito como o melhor destino de turismo aventura do mundo, reconhecimento que anualmente é conferido pelo World Travel Awards. Além disso, o Chile foi eleito pelo sétimo ano consecutivo como o Melhor Destino de Turismo Aventura da América do Sul, e pela primeira vez, o deserto de Atacama foi eleito como o melhor destino romântico.

50 anos do Nobel de Neruda: 2021 também foi o ano de grandes aniversários que mostram como o Chile inspirou o mundo. Não somente foram completados 50 anos da entrega do Prêmio Nobel a Pablo Neruda, mas também foi o centenário da internacionalização da carreira de Gabriela Mistral, e os 10 anos do prêmio Cervantes para Nicanor Parra. Sob o ponto de vista da inspiração, o Chile também se destacou por participar do Oscar com  o filme “El Agente Topo” (Agente Duplo), de Maite Alberdi, e pela estreia do filme “Spencer”, de Pablo Larraín, que foi eleito o melhor filme do ano pela revista Variety.

Un novo dinossauro chileno: provavelmente um dos anúncios científicos mais importantes do ano veio da região de Magalhães, depois da descoberta de um enigmático fóssil, que revelou a existência de uma linhagem, até então desconhecida, de dinossauros. A descoberta do Stegouros elengassen, espécie de aproximadamente 74 milhões de anos, foi capa da revista Nature, e foi qualificado como a “Pedra de Roseta” dos anquilossauros do hemisfério Sul.

Eclipse Antártico Chileno: em 4 de dezembro ocorreu um fenômeno astronômico único, que não se repetirá até 2039: um eclipse solar total na Antártica. O inusitado fenômeno, que não acontecia desde 2003, permitiu posicionar esse território como laboratório natural, e nos capacitarmos como polo astronómico.

Newsletter

Imagen de Chile